Canadá

O Canadá é atualmente o destino preferido dos brasileiros e isso se deve por alguns motivos:

  • Excelente Custo
  • Passagens aéreas mais baratas e várias opções de rotas diretas ou via EUA
  • Dólar canadense mais barato do que o dólar americano
  • Custo de vida mais baixo e boas perspectivas de emprego e bons salários
  • Potencial de imigração através de processos feitos no Brasil ou no Canadá
  • Excelente qualidade do ensino público e particular
  • Educação do povo, criando um dia-a-dia agradável e mais gentil
  • Fuso horário compatível com o brasileiro
  • Tempo de voo curto, principalmente se levarmos em conta a rota São Paulo – Toronto

O Canadá é um país com muitas possibilidades de imigração, sobretudo para estudantes internacionais que se graduam no país e depois adquirem experiência de trabalho. Outros perfis também são bem vindos ao Canadá, como: casais graduados, com idade entre 19 e 29 anos, bons conhecimentos do idioma ou idiomas (inglês/francês) e pelo menos 1 ano de experiência de trabalho, remunerado, em período integral (ou equivalente em meio período), na mesma função em um dos NOCs qualificáveis. Além da categoria de trabalhadores qualificáveis, outros imigrantes são bem vindos, como os empreendedores, os autônomos, a reunião familiar, entre tantas categorias que o Canadá oferece.

Sistema de ensino Canadense

A educação no Canadá é formada por 10 sistemas provinciais e 2 territoriais, incluindo as escolas públicas, escolas “especiais” e escolas particulares.

Ao construírem o seu país, os canadenses de várias formações culturais descobriram que a compreensão era fundamental para unir tão diferentes elementos históricos, geográficos e étnicos. Os sistemas de ensino desenvolvidos destinavam-se a acomodar tal diversidade. O ensino público no Canadá é co-educativo e gratuito (para alunos domésticos como residentes permanentes, cidadãos ou filhos de estudantes internacionais que se enquadram em determinados requisitos) até a conclusão da escola secundária. A lei obriga as crianças a frequentarem a escola dos 6 ou 7 anos até 15 ou 16 anos. Em Quebec, o ensino gratuito é estendido também até o nível colegial normal ou pré-universitário (CEGEP), que cobram apenas uma taxa mínima de matrícula. O aluno paga uma taxa escolar para a maioria dos cursos superiores.

Em 1993, O Canadá investiu $ 54.2 bilhões no ensino, o que representa 8% do seu produto nacional bruto. Tal percentagem está entre as mais altas dentre os países industrializados.

Não há um sistema de ensino federal no Canadá: a Constituição atribui às províncias a responsabilidade exclusiva pelo ensino. Cada sistema provincial, enquanto semelhante aos outros, reflete os seus interesses regionais e herança histórica e cultural. As secretarias de ensino das províncias – chefiadas por um ministro eleito – estabelecem as normas, elaboram os currículos e subvencionam instituições de ensino.

No ano letivo de 1991-92, as escolas primária e secundária empregaram perto de 297 000 professores de período integral. O treinamento dos professores compreende pelo menos 4 ou 5 anos de estudo, requer um grau universitário e pelo menos um ano para completar o Bacharelado em Educação. Os professores recebem das secretarias provinciais de educação a licença para ensinarem .

Planeje conosco sua experiência de estudos no Canadá para futuramente ter potencial de imigrar para o país se for do seu interesse.

 

Distância entre as cidades

Toronto – Montreal: 500 KM

Toronto – Ottawa: 350 KM

Toronto – Quebec: 730 KM

Toronto – London (Ontário): 170 KM

Toronto – Niagara Falls: 70 KM

Toronto – Winnipeg: 1520 KM

Toronto – Edmonton: 2710 KM

Toronto – Vancouver: 3368 KM

Toronto – Nova York (EUA): 788 KM

Toronto – Detroit (EUA): 335 KM

Toronto – Washington DC (EUA): 570 KM

Toronto – Boston (EUA): 690 KM

Toronto – Indianapolis (EUA): 710 KM

Toronto – Chicago: (EUA): 710 KM

Deixe uma resposta